terça-feira, 28 de junho de 2005


O AMOR EM CAIXAS...

(aonde foi que eu perdi meu sapatinho?)

Das duas, uma. Ou você tem namorado(a), amante, parceiro (a); ou está sozinha. A sociedade prega que as pessoas vivam em pares. Isso não é de hoje. Mas eu gostaria de dizer que sinto uma imensa preguiça desse papo. Papo furado de quem leu muito "Romeu e Julieta". Eu acredito no amor. Não como uma salvação. Mas como um prêmio de quem consegue se achar. E se conhecer. Não acho que a felicidade do outro esteja unica-e-exclusivamente em alguém. Longe disso. O que eu vejo muitas vezes são pessoas desesperadas para encontrar alguém. Mulheres lindas e inteligentes que acreditam que são menos por não serem dois. Fico triste com tudo isso. Muita gente casa sem querer. Namora sem saber os sonhos de quem dorme ao seu lado. As pessoas banalizam o amor e o colocam em pacotes. Com laços de fita e tudo. Muito chique. Da Trousseau.

(O que eu acho é que o mundo precisa de pessoas apaixonadas. Por elas mesmas.)


quarta-feira, 1 de junho de 2005

Insensata Lógica


Ah, quer saber o que eu penso? Você agüentaria conhecer minha verdade? Pois tome. Prove. Sinta. Eu tenho preguiça de quem não comete erros. Tenho profundo sono de quem prefere o morno. Eu gosto do risco. Dos que arriscam. Tenho admiração nata por quem segue o coração. Eu acredito nas pessoas livres. Liberdade de ser. Coragem boa de se mostrar. Dar a cara a tapa! Ser louca, estranha, linda, chata! Eu sou assim. Tenho um milhão de defeitos. Sou volúvel. Tenho uma tpm horrivel. Sou viciada em gente. Adoro ficar sozinha. Mas eu vivo para sentir. Por isso, eu te peço. Me provoque. Me beije a boca. Me desafie. Me tire do sério. Me tire do tédio.Vire meu mundo do avesso!. Mas, pelo amor de Deus, me faça sentir... Um beliscãozinho que for, me dê. Eu quero rir até a barriga doer. Chorar e ficar com cara de sapo. Este é o meu alimento: palavras para uma alma com fome.

(Meu coração é minha razão. Essa é a lógica que inventei pra mim).

8 Fala, coração!:

Halanna Carvalho disse...

insensata lógica!
Tem coisa mais perfeita??
Vc é perfeita Fê.. sou mais feliz depois de te descobrir!
Um beijo enooorme

Beta disse...

esse texto é seu?
se é meus parbéns adoooorei

Carolzinha_ disse...

nossaaaaaaa, seus textos são tão sinceros e perfeitos xD

Amei teu blog!!!!!

^^

Malubel disse...

Amei esse texto e me identifiquei com ele tb!!Detesto meias palavras e situações mornas...Gosto de tudo q agite minha alma, meus istintos...Mesmo q depois eu sofra, chore, me revolte!!!O que vale mesmo é saber que estou viva e com muitas emoções para sentir..
Sou sua fã!

Anônimo disse...

...DEsculpe minha querida, mas este texto é de CLARICE LISPECTOR.
Creio que deva ter ocorrido algum engano...

Fernanda Mello disse...

Olá... Esse texto eu que escrevi, está registrado no meu livro Princesa de Rua, com ISBN e tudo mais. Creio que pode ter havido um engano, voce pode te-lo visto na internet com outro autor. Infelizmente isso tem acontecido muito, ja vi textos de minha autoria com credito para outros autores e recentemente vi um texto da Maite Proneça com meu nome como autora. Coisas da internet... Pode verificar, estou á disposição! abraços!

Fabio ferreira Junior disse...

Poe incrível que pareça, foi justamente para checar a origem que vim pesquisar este texto, que foi dado sim como Clarice Lispector, mas que a escritora Marla de Queiroz comentou que pelo estilo não parecia ser dela...

Fabio Ferreira Junior disse...

Aliás, parabéns pelo texto!!!

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!