Primeira página sempre causa certo desconforto.

Encantamento. Medo. Excitação.

Sentimentos dignos somente de grandes estreias.

Está tudo ali: disponível. Em branco.

À espera da palavra. Da promessa. Do grande ato inaugural.


(Escrever é um abismo.)


Por isso começo sempre na segunda página.

Que na verdade é primeira mas funciona sem ser.

É como se o peso da responsabilidade desse uma volta

e me permitisse escrever sem medo de violentar o vazio.


Palavras me inventam.


(O que será que eu reservei para mim?)



UM FELIZ 2010 PARA TODOS!

11 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!