A MULHER E SUAS GORDURINHAS

Há dois tipo de mulheres no mundo: as que tem medo de engordar. E as que nos matam de inveja. Exagero meu? Pois bem. Se você é uma sortuda que nunca se preocupou com a balança (e ainda não tem celulite), então peço já que pare de ler este texto. (E nem fale mais com a gente, obrigada!).

Manter o peso ideal é, para as mulheres, algo como descobrir a cura de uma alguma doença grave ou até mesmo acabar com o efeito estufa no planeta. Difícil, quase impossível. Não, por favor. Não somos fúteis, não pensamos só em aparência. Lemos Rimbaud. Declamamos Bob Dylan. Conhecemos a vida dos pintores renascentistas. Meditamos 10 minutos por dia. Mas tomamos leite condensado na lata. Somos gulosas pela vida. E por tudo que leva chocolate. O que não queremos (pra ser bem sincera) é ver o efeito estufa instalado em nossos abdômens. Nem em nossos bumbuns.

Antes de começar a escrever esse texto, eu tinha como tema algo inteligente como “é preciso ter alma leve”, mas... querem saber? Eu estou de dieta. Pão integral, iogurte desnatado, aquela baboseira toda de grapefruit (onde já se viu alguém comer isso, gente?)

Vivo numa sociedade que tem uma padrão estético nas alturas, então, por favor. Me deixem querer ser leve por dentro e por fora, não quero fazer pose de “sou Cult, só uso preto, só escuto Velvet Underground e não ligo pra ter pança”. EU LIGO.

Óbvio que não sacrifico minha saúde para ficar bonita, mas me encontro, no presente momento, em Rehab pelo meu último vício adquirido: as infernais balas Dadinho. Alguém já colocou aquilo na boca? Pois então. NÃO COLOQUEM. O vício é certo, depois da 4ª vez, você sempre irá querer mais. E mais... E o dinheiro vai... A gordurinha vem. Até que um amigo seu das antigas (que passou um mês viajando) te encontra e pergunta: tá bonita, engordou um pouquinho? PRONTO. Acabou o mundo. O humor. Mesmo tendo um namorado que sempre acha que eu posso engordar um tiquinho (homem fala que tem que ter ONDE pegar, nunca entendi isso. Eu posso estar seca e ter um TANTO de lugar pra ele pegar, se é que vocês me entendem).

Antes que vocês me chamem de louca (por eu não sou gorda e etc e tal), eu vou informa-las: eu não ESTOU gorda. Mas posso vir a ficar se desandar a comer do jeito que eu gosto. Eu não tenho esse metabolismo acelerado que as modelos dizem ter (pra mim isso se chama mais “dedo na guela” que outra coisa). Se eu não estou gorda é porque eu só como bobagens nos finais de semana e malho feito uma condenada todos os dias. Só pra ter o prazer de devorar um pote inteiro de Haagen-Daz sem o menor peso da consciência. E jantar direito com meus amigos (que, por sinal, comem tão bem quanto eu).

Bom, o que eu quero dizer com tudo isso? Sinceramente, NADA PROFUNDO. Só quero desabafar e dizer que dieta é um saco, que queijo Cotagge é a pior coisa do mundo, que pós de proteína me dão ânsia de vômito e que um nutricionista que manda você colocar UMA rodela de tomate e orégano em cima de UM biscoito de água e sal como “lanche da tarde” deve ser mandado pro Umbral (aquele lugar medonho, do filme Nosso lar).

Em resumo, é isso. Eu admiro DE VERDADE quem se sente bem com qualquer peso, mas estou a léguas de ser tão bem-resolvida. Também não vou me rebelar contra os padrões, já que só comi 600 calorias até agora e estou com um sono danado.

Pra você, magra de ruim, que come tudo o que vê pela frente e não engorda... Pra Camila, que nasceu com aquele corpo incrível... E pra você, mulher cheinha e bem-resolvida, que come até falar chega, engorda e ainda se sente SUPER BEM, eu só tenho uma coisa pra dizer: EU MORRO DE INVEJA DE VOCÊS.

Bitches!

Obrigada pela atenção.



PS: Esse texto me deixou tão relaxada que resolvi comemorar com 5 maravilhosos canudinhos de doce-de-leite. FODA-SE!


Ah, já ia esquecendo: quem quiser comprar meu livro, só mandar email para fernandamello2006@gmail.com que eu passo as coordenadas. Valor: 35,00. Frete grátis.

48 Fala, coração!:

Kátia Brito disse...

Hahahaha Muito bom Fê.

Eu sou magra de ruim, mas também já me achei magra demais. Hoje em dia sou muito feliz do jeito que eu sou. É isso que mais importa. Ser feliz exatamente como se é (com saúde, é claro).

Beijocas Princess

Kátia Brito disse...

PS. Adoro canudinho de doce de leite... Hummmmmmm!

. disse...

quantaaa sinceridade!
rs

parabens Fê.

mary_gdc disse...

Ah...Não sou gordinha e não sou magrinha! Mas nunca importei com peso... Minhas amigas falam que sou um extraterrestre...rs

Mas acho que você não deve se privar de nada...Desde que seja consumo consciente!HAHAHHA

Mari Calza disse...

Fê, tb sou assim... e no ultimo ano relaxei e engordei mesmo.... agora to correndo atrás rsrsrs Mas vc, é daquelas que mata a gente de invejaaa... É linda, por dentro e por fora, e gosta de malhar. Isso me da inveja rsrs

Beijossss

Ju disse...

Olha Fê, eu nunca soube o que é ter o peso ideal, qdo eu cheguei próximo dele,eu passei por uma fase tão nervosa que desatei a ficar far away dele!
E agora voltei a ter uma fase dessas!
Eu sempre comi muito bem,daí ano passado sei lá como eu não conseguia comer tão bem assim, mas sempre, sempre os doces estiveram muito presentes na minha vida.
Pra ajudar, além da tendência à engordar,e à reter líquido mais que tudo,fui proibida de tomar anticoncepcional,tive um AVC ano passado e os médicos cortaram isso da minha vida, resultado: voltei a reter água feito caminhão pipa!
Meu chocolatraísmo tá lá nas nuvens, e isso é outra coisa q fui proibida,mas quem disse que eu consigo para de comer chocolate? hj msm esqueci meu chocolate na mochila e tô aqui quase subindo nas paredes!
Eu tb invejo! E invejo mais ainda aqueles seres que não dão a mínima pra doces, menos ainda pra chocolate, eu queria ser assim!Ou pelo menos ser menos do que sou!

beijus e força na peruca pra todas nós!

Fernanda Mello disse...

gente, uma mulher que fala que não gosta de chocolate ou que come só um quadradinho de meio amargo de vez em quando e se sente satisfeita... NÃO É NORMAL. rs

Flávia Lola disse...

Assino em baixo deste texto, apesar de ser uns quilinhos mais pesada que a escritora. Malho e procuro levar uma vida saudável, mas amo uma boa comida e sou chocólatra assumida desde criança. Não consigo abrir mão desses prazeres e nem consigo ser feliz gordinha...como lidar? rsrsrsrs

Cristiane disse...

Engraçado... eu sempre sofri por me achar mto magra qdo mais nova... agora com meus 29 anos sou mto satisfeita com meu corpo pq hj sinto o qto é bom poder comer td q gosto, sem medida! Acho q todo mundo deveria ser assim! Afinal... comer é bom demais...rs.
Bjao :)

Fê... disse...

Não dá pra ser feliz não comendo chocolate...nem dispensando uns macarons da Sel et Sucre de vez em qdo né? (ai q saudades de ir comer macarons com vc aqui em Curitiba!!). Já fui bem + magra do q sou agora, + vivia chata, mal humorada....agora como bem e me acabo na academia, saio de lá orgulhosa de mim, rs...
Beijo, saudades! ♥

ANDREZA disse...

E POR QUE SERÁ QUE A BALEIA QUE SÓ COME PEIXE É GORDA ???
KKKKKKKKKK
DIZ O MEU PAI QUE O METABOLISMO DELA É LENTO, E O MEU PELO VISTO É TAMBÉM. AFFFFFFF

Paulinha Leite disse...

Maravilhoso o texto Fe!
Hahahahaha
Eu tb gosto de manter o corpo bem! Afinal nao há nada melhor que nos sentirmos bem consigo mesma.
E o meu bem é estar no com o peso em dia. rs

Bjs querida

Paulinha Nilo disse...

Fê querida, não vou falar muito pq tô no cel e deitada, melhor, jogada na cama, me recuperando de uma anemia por não comer pra poder fazer a lipo semana que vem. Rs
VC É SENSACIONAL! ME VI EM CADA LINHA DO SEU TEXTO, PELO QUE TÔ PASSANDO. REALMENTE, VC FALOU TUDO. AMEI!
Parabéns querida. Acho que depois do que disse acima nem preciso falar se concordo ou não com vc, né? Bjos

Andréa disse...

Ai, Fê...
toda minha vida fui magricela... Se alguém quisesse me tirar do sério era só me chamar de Olívia Palito. Pronto! Eu surtava: batia na criatura, esperneava, chorava, e só não era mandada para um hospício porque não tinha camisa de força no meu número (KKKK).

Passei minha adolescência tomando vitaminas e remédio para abrir o apetite e ouvindo as pessoas dizerem 'quando chegar aos 30, você vai ver, vai engordar tudo de uma vez!' E eu? Nem aí...

Eu já passei dos 30 (há um bom tempo, diga-se de passagem) e
acabou que a tonelada de remédios consumida no passado não fez efeito mesmo. Eu até que 'encorpei' um pouquinho, mas é da idade, eu acho...

Para você ver como cada louco realmente tem sua mania, a coisa que mais me deixa feliz é vestir uma roupa e sentir que está apertada! (É melhor eu tomar cuidado porque agora tem tem camisa de força que me serve!)

Celulite, pneuzinho? Claro, agora eu tenho também. Se eu me importo? Às vezes (vai entender, né?)... mas aí a Olívia Palito me aparece, dá um tapa na minha cara e grita: "PARA DE PERDER TEMPO SE PREOCUPANDO COM SEU CORPO SADIO, SUA LOUCA!!!"

E é isso aí: todo aquele tempo perdido brigando, chorando e correndo atrás do corpo perfeito e ele sempre esteve comigo. Perfeito, saudável e funcionando a 100%!

Eu sou vaidosa, como toda mulher, mas vou te dizer uma coisa: não troco uma barra de chocolate por uma barra de ferro na academia nem que a Olívia Palito, o Popeye e o Brutus se juntem e ameacem de me espancar. E o efeito disso na balança? É meu 'segredo de beleza': eu feliz, tenho o corpo mais lindo do mundo!!! As outras são tudo photoshop!!!


Beijos light sabor grapefruit ou calóricos sabor bala dadinho (você escolhe!!!)

@twitos

B R E N A disse...

A única vantagem de ser um palito é poder comer tudo sem se importar com dieta. Acho que passar vontade de comer algo deve ser a pior coisa do mundo.
P.S.: Acabei de devorar um pacote de Sensações! hehehe

Thaisa Schelles disse...

Adoreiii...estou em uma fase assim, estu malhando pra comer, porque pra mim não tem prazer melhorrr!!!
auhauhauhauhauhauhau =)

Beijos

Carla disse...

Nossa.. nem fale em bala dadinho.. Eu passo longe delas, justamente pq não dá pra comer uma só...
Texto ótimo, só pra variar.. ;)
Beijinhos..

Fernanda disse...

O importante é realmente estar bem consigo mesma. Já tive muitas neuras por causa do peso, mas quando a gente está bem, se conhece e se gosta faz com que a gente seja feliz e até dá mais gás pra poder deixar os quilinhos adquiridos pra trás ficando ainda mais bonita.
E sim, não dá pra ser feliz só comendo comida light, diet.
Chocolate e doce de leite é bom e eu gosto. :P

Bjo

karina disse...

Hahah vc me mata de rir!! Fiquei aqui imaginando sua cara e seu humor escrevendo o texto!!! Adoro!!!!!!!!!!! Mas confesso, vc escrevendo isso me deixa irritada... sua sem gordura!!!

Bjos da Balde amore!

Deco disse...

Oi Fê!

Apesar de natural, acho excessiva essa preocupação com o corpo nos dias de hoje. Tem gente que não vive para ter um corpo socialmente aceitável. Não vive e se esquece de ser gente... Torna-se refém da própria imagem.

O que importa - como você disse - é cuidar da saúde e estar bem com você mesma. É isso que ilumina o sorriso e tudo que te cerca.

A casca, o tempo leva.

Beijo

Loa Karen disse...

Não adianta, porque quando mulher coloca uma coisa na cabeça não tem quem tira. É a teimosia que faz o tempero da mulher, e com certeza, essa teimosia, se não emagrece, faz um bem danado =]

Priscilla Martins disse...

Olha,
Invejo quem é magra de ruim, mas não creio que nessa de “bem resolvida”.
Mulher nunca é bem resolvida quando o assunto é peso! Disfarçamos bem: é diferente!
Já tive todos os pesos, vesti todos os números e me senti de forma diferente em relação a meu corpo dependo da época da vida.
Tu pode te importar mais ou menos com isso, as prioridades mudam de tempos em tempos, mas daí dizer que: tu te aceita assim, que acha lindo um corpo cheio de dobras, que ama vesti GG e que adora chegar nas lojas e não encontrar nada do teu gosto compatível com teu tamanho. . .
Quem afirma isso que me desculpe, mas para mim isso só tem um nome e é hipocrisia.
Fica dizendo aos outros eu me aceito assim na esperança de se auto-convencer que realmente se aceita.
Beijosss. . . Tenho que trabalhar!!!

Dani Lages disse...

Suuuper me identifiquei!
Esse texto sou eu, conferindo as tabelinhas de calorias de QUALQUER coisa que eu vou comer pra ver o quanto eu terei que correr depois.
Eu amo queijo cottage, pão integral, iogurte e leite desnatado e a minha vida é uma dieta constante. Eu vivo assim e sou feliz! Cheia de neuras e paranóias com as minhas gordurinhas!
Outra dica é comer meio mamão de manhã e engolir algumas sementinhas. isso limpa todo sistema digestivo e depois dá uma sensação de leveza incrível, rs rs rs.
beijos e boa dieta!!!

Anônimo disse...

aai, mais um texto fantástico seeu. vc traduz em palavras o que todas nós, mulheres, queremos e sentimos. Eu nao sou magra, sou cheinha e não me confoormo kkkkkkkkkkk vivo de dieta, mas sem ultrapassar meus limites (ok, ja ultrapassei algumas vezes). E só de ler esse seu texto, fiquei tão empolgaada tbm, que acabei de fazer um bolo de chocolaate e comi até dizer basta kkkkkkkk. mas, enfim, é isso. beeijo linda ;*

Fernanda Macedo disse...

Amei esse texto!
Eu sou gordinha e sempre estou querendo fazer dieta.
O que tenho certeza é que academia NÃO é pra mim. Tenho muita preguiça!
Então o que faço? Corto refrigerante, carboidrato depois das 18 horas e tento comer de 3 em 3 horas!
Se sigo essa dieta sempre? Hahahaha! Quase nunca... Ela é pra tirar o peso da consciência depois de meter o pé na jaca (só de vez em quando...) :D
Beijos, xará!

luciano_soa disse...

Como a Srta mesmo disse...
Na dúvida, descomplique...

Mariana disse...

Depois de ler tantos comentários, principalmente o seu "Fernanda Mello disse...

gente, uma mulher que fala que não gosta de chocolate ou que come só um quadradinho de meio amargo de vez em quando e se sente satisfeita... NÃO É NORMAL. rs", posso dizer então que não sou normal. Não sou nada chegada em chocolate (odeio meio amargo que fique bem claro), como chocolate uma vez na vida outra na morte. Ganho um monte de páscoa que, em 2010 duraram até agosto, setembro, mais ou menos. Também não gosto de doces em geral, como muito de vez em quando, quando o meu corpo "pede" por doce, parece que de ficar muito sem comer ele sente falta e me implora por um docinho (quando digo docinho é docinho mesmo, bem pouco já me satisfaz). Nada disso é pra controlar o peso ou qualquer coisas assim, é por realmente não sentir prazer nos doces (um super prato de arroz e feijão me deixa muito mais com água na boca que um bombom, uma sobremesa ou qualquer coisa do gênero).
Como muito, muito mesmo, muita gente ao almoçar comigo pela primeira vez diz que meu prato parece um morrinho, não como de três em três horas, faço no máximo 3 refeições no dia, não tomo café da manhã, não faço exercícios (tento mas nunca vai em frente), tomo refrigerante só em final de semana e olhe lá, e só ultimamente dei uma abusada nos lanches (mas normalmente também é só em final de semana e olhe lá). E, mesmo com essa vida totalmente desregrada não sou gorda, não sou magérrima mas não sou gorda. Creio que o fato de tomar água o dia todo, meu intestino funcionar muito bem obrigada, e eu comer mais coisas salgadas que doces (refeições mesmo: arroz, feijão, verduras, legumes, carne) mantém meu peso, não sei.
Não vou dizer que sou super feliz com meu corpo, queria ser um pouco mais magra, mas do jeito que estou não está ruim, dá pra levar.
E, sinceramente, acredito que o fato de eu "NÃO SER NORMAL" ajuda e muito pra que meu corpo se mantenha como está.

Fernanda Mello disse...

Mari, é brincadeira, baby! Por isso coloquei o "rs" depois... meu sonho era não gostar de doces, mas sou louca por eles!

MORRO DE INVEJA DE VOCÊ! ;)

beijos

Divergirl disse...

Feee.. concordo em genero, número e grau !!!
Estou no Rehab também, pela.. milionésima vez, aliás.. saí dele algum dia ?! bem, vamos comer um canudinho e amanhã descontamos na malhação !
Nada de se privar 100% de tudo que é muito, maravilhosamente bom !!!
Senão que graça tem ? Desafios sempre !!! ;)
beijos
Si

Kellica disse...

Fernanda, tbm morro de inveja das bem resolvidas e das que nao engordam por nada....rsrs.
Vivo lutando contra a balança e com as roupas que com o tempo encolhem(rs), mas não me privo de alguns prazeres da bebida e comida aos fins de semana. Sem neuras , vc é linda! Kellica

Iohana Lais disse...

Sô magra pela genetica, mas nao vivo comendo chocolate, nem besteiras, e nem molhos. Um bom almoço, pode sim ser um almoço saudavel. Agora, odeio gordinhas que vivem reclamando que são gordinhas, mas continuam comendo e coçando a saco em casa. Não quer ser gorda? para de comer, vai malhar, vai queimar a lata de leite condensado. Adoro uma gordinha assumida. Sou gorda mas sou feliz, sou magra mas sou feliz. Passar a vida reclamando e comendo não é uma boa maneira de passar a vida.

Angel Without a Wings disse...

Parabéns, Fê!
Tô contigo e não abro.
Grande beijo.

Carol disse...

Ahhh sou magra de boaaa! Mas,mesmo asssim li seu texto e adorei, ri muito! rsrs

Augusto Branco disse...

SER MULHER

Ah, ser mulher!

Ser mulher é ver o mundo com doçura,
É admirar a beleza da vida com romantismo.
É desejar o indesejável.
É buscar o impossível.

O poder de uma mulher está em seu instinto
Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

Ah, as mulheres!
Ainda que sensíveis
Mulheres conseguem ser extremamente fortes
Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

Mulheres cuidam de feridas e feridos
E sabem que um beijo e um abraço
Podem salvar uma vida,
Ou curar um coração partido.

Mulheres são vaidosas,
Mas não deixam que suas vaidades
Suplantem seus ideais.

Muitas mulheres mudaram o rumo
E a história da humanidade
Transformando o mundo
Em um lugar melhor.

A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
Ser mulher é gostar de ser mulher
E ser indiscutivelmente feliz
E orgulhosa por isso.

- Brunna Paese -

Anônimo disse...

Sou gordinha assumida, modelo plus size, mas pelo contrário do que muitas megrelas acham, nós cuidamos da saúde. Acho que tem que ter um limite. Me respeito, malho, não ultrapasso o limite do "gordinha", mas tb não vou achar normal alguém que come compulsivamente e diz que é normal. Nem quem passa a vida contando calorias e é anoréxica. Detesto aquelas mulheres perfeitas que passam o dia na academia e ainda dizem "nossa, preciso emagrecer"! Ai que futilidade! Enquanto as magrelas malhavam e eu tentava ficar mais "em cima" com meu corpo, quem casou com o personal trainer bonitão fui eu! kakaka

Bjs, Fê

Lívia Meneses disse...

hahahahhahaha... AMO MAIS Q CHOCOLATE!!!

Abner, disse...

abnerlmesmo.blogspot.com


parabéns pelo blog.

Arte e vida-Rosana disse...

Olá muito bom este texto , eu nem gorda e nem magra. me amo como sou .
Faço caminhadas de vez em quando, rsrsrs

Carol Oliveira disse...

Fê!
A M E I!!!
beijo,
Carol Oliveira

Márcia Parente Sena disse...

Que delícia de bog e de leitura!
Parabéns!

Olha, meu blog está comemorando 01 aninho de existência!!! Passa lá e pega um selinho especial de aniversário.

bjuss
Márcia *-*
http://viajapensamentos.blogspot.com

Paula Hanser disse...

Amei!! Sou magra de ruim, mas nem ligo mais pra isso, e chocolate é tudo de melhor!! Bêjoo

Anônimo disse...

PORQQQQQQQQQUE eu não li esse texto antes de colocar a bala Dadinho na boca? É exatamente assim, vício na certa e gorduras incertas.
Primeira vez que passo aqui e já amei. Procurei saber mais sobre você, li uns textos e morri de rir. Senti-me lendo algo da Meg, com aquela pinta de humor até em assuntos sérios. AMEI ♥
Beijos

Fernanda disse...

Huhauhauhua gente, eu não sabia o que era um blog até cair aqui rs. Bom, tenho que dar graças a Deus que nem conheço essa tal bala Dadinho, senão ia sair de casa rolando xD.
Parabéns pelo blog, simplesmente demais!

Anônimo disse...

Gordo que diz que é feliz, é mentiroso também.

Ana Carolina disse...

kkkk... Adoro essa sua sinceridade, esse seu jeito de falar sem escrupulos, eu tbm sou assim e me identifico! Bjsss

Anônimo disse...

Possibly the most amazing blog that I read all year vintage wedding!?!

Anônimo disse...

Sou gordinha, bem resolvida e amo cupcakes sem medo de ser feliz, porém, tb não gosto de pança, tem como entender? kkkk Belo texto querida, adorei!


www.larissatododia.com

J.α.η disse...

Tive que mandar este texto para uma amiga que vive contando as gramas que perde no dia. ha ha ha.

Muito maneiro.
Parabéns!

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!