FELIZ DIA DOS NAMORADOS!


É PUNK!



Para ler:
Poesia reunida, da querida Adélia Prado. Lindos poemas de amor, com uma singeleza sem igual.




Para ouvir a 2:


Para ouvir só:

Para ouvir só ou a 2:
Novo cd da Macy Gray, dica da minha irmã super cool. :)

Para assistir a 2:
"A delicadeza do amor", "Simplesmente amor", "P.S. Eu te amo".


Para assistir só:
"Solteiros com filhos". Bem divertido.


Para os rapazes solteiros:
http://www.sobreavida.com.br/2012/06/11/homens-solteiros/


Para quem é romântico:
Que tal um fondue para comer a dois? Receita aqui: http://receitasnarede.com/receita/fondue-no-dia-dos-namorados


Para as garotas:


Para ficar linda para ele:


Para ficar em forma no inverno:


Para curtir no Facebook:
Página da minha lojinha e da Wal Freitas: http://www.facebook.com/pages/Wafer/452398171454458


Para quem está solteiro em BH:
Noite dos Solteiros no Graças a Deus. Para ver mais opções, é só acessar: http://www.soubh.com.br


Para anotar no caderninho:










3 Fala, coração!:

Paulinha Nilo disse...

Linda!! Bora amar hoje, fingir que nada acontece! E como vc disse, curtir a babaquisse de dia dos namorados. Nao será todo dia isso? Ou tem um dia no ano que tem que amar mais porque e dia?
Kkkk. "E PUNK!" bjo linda!!!

Paulo Rocha disse...

Show da Banda RPM - Chevrolet Hall (BH)
29 Jun 12
Sexta-feira
22h

Ingressos à venda:
http://www.chevrolethallbh.com.br/programacao/rpm/

RPM - Onde Está o Meu Amor?

http://www.youtube.com/watch?v=W-Rxk--lf2w

SHOW DO RPM TERMINA EM CASAMENTO!
Juliana e Francisco se conheceram em 2003 num show do RPM e se casaram no dia 30/04. Prestaram homenagem à banda. Confira a carta e convite!

"Caro Paulo Ricardo,

estamos enviando este convite para o nosso casamento como forma de lembrança e agradecimento pela nossa união.
Nos conhecemos em 2003, através do Fã-Clube 4 Coiotes (das queridas Renata e Mariel) e estamos juntos desde então.
Este ano, decidimos oficializar esta relação pelo casamento, abençoando e solidificando nossa história.
Gostaríamos de agradecer por permitir, através de seu talento e trabalho, mesmo que de maneira involuntária, que pudéssemos nos encontrar e "viver um grande amor".
Com um grande abraço,

Juliana & Francisco

"Quero estar aqui sempre junto a ti. Quero ser aquilo tudo que alguém deve ser pra alguém que se ama tanto assim..." (Paulo Ricardo)"

Paulo Rocha disse...

FABRÍCIO CARPINEJAR - Falso brilhante (Adaptado)

Há o condicionamento de que amor mesmo, de verdade, é gastar metade do salário para a esquadrilha da fumaça assinar o nome da namorada pelos céus de Belo Horizonte.

Temos uma noção de que amor mesmo, de verdade, é exibicionista. Depende de surpresas públicas de afeto como serenata na janela, carro de som, anúncios na TV, outdoors com pedido de casamento.

Mulheres e homens se desesperam por um amor público, encantado, de estádio cheio, e cobram provas mirabolantes de seus parceiros. Reclamam da rotina, da previsibilidade, e exigem declarações barulhentas para despertar a inveja do próximo.

O AMOR ESPALHAFATOSO RECEBE A FAMA, MAS O AMOR CONTIDO É O MAIS PROFUNDO.

Ao procurar o amor empresarial, desprezamos o amor funcionário público, que atende às ligações e escreve nossos memorandos.

Ao perseguir o amor de cinema, desdenhamos o amor de teatro, de quem encena a peça todo dia ao nosso lado, sempre com uma interpretação nova a partir das falas iguais.

Ao cobiçar o amor sensual de lareira e restaurante, apagamos a delícia de comer direto nas panelas, sem pratos, sem medo do garçom.

Ao perseguir a aventura, negamos a permanência.

Preocupados em ser reconhecidos mais do que amar, esquecemos a verdade pessoal e despojada do nosso relacionamento. Recusamos o amor constante, o amor cúmplice.

Não valorizamos a passionalidade silenciosa, a passionalidade humilde, a passionalidade generosa, a passionalidade tímida, a passionalidade artesanal.

O passional pode ser discreto na aparência e prático na ternura.

O amor mais contundente é o que não precisa ser visto para existir. E continuará sendo feito apesar de não ser reparado.

O amor real é secreto. É conservar um pouco de amor platônico dentro do amor correspondido. É reservar as gavetas do armário mais acessíveis para as roupas dela, é deixar que sua mulher tome a última fatia da pizza que você mais gosta, é separar as roupas de noite para não acordá-la de manhã. E nunca falar que isso aconteceu. E não jogar na cara qualquer ação. E não se vangloriar das próprias delicadezas.

Buscá-la no trabalho é o equivalente a oferecer um par de brilhantes. Esperá-la com comida pronta é o equivalente a acolhê-la com um buquê de rosas vermelhas.

São demonstrações sutis, que não dá para contar para os outros, mas que contam muito na hora de acordar para enfrentar a vida.

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!