MITOS DA MULHER INDEPENDENTE: VAMOS ABRIR A CABEÇA?


Outro dia li uma crônica do escritor Carpinejar – que muito admiro – mas devo dizer que, dessa vez, discordei do sensível gaúcho. O texto começa assim: “Tenho amigas lindas, inteligentes, divertidas e independentes sem namorado. E sabe por que elas estão sem namorado? Porque são lindas, inteligentes, divertidas e independentes. O homem ainda tem medo da mulher com autonomia. Da mulher que não dependa dele financeiramente.” Ok, ok, ok. Vamos com calma aí! Esse é um assunto polêmico e eu, como escritora, mulher, independente & feminina quero mostrar o meu ponto de vista sobre o assunto. 
Primeiramente, não gosto (e não quero) colocar os homens no mesmo balaio. Existem homens. E homens. Ou melhor: homens e meninos. Ou até destrinchando mais e sendo menos rotuladora: cada um teve um tipo de criação e um modelo masculino a seguir. Então, o caso aqui não é discutir quem é melhor ou pior. Mas – sim! – mostrar que, ao contrário do que Carpinejar afirma, existem no mundo caras com a cabeça aberta o suficiente para aguentar o tranco de ter uma mulher com autonomia ao seu lado. 
Aí, você - que mata um leão por dia – me pergunta: AONDE? Bom, devo ser solidária e dizer: FÁCIL, minha amiga, não é. Ainda vivemos numa sociedade camufladamente machista e ter ideias próprias ainda assusta muito grandalhão. Eu já namorei com caras que se diziam super “modernos” e que, no fundo - ou, por trás dos piercing, tatuagens e all stars -, tinham ideais de amor pra lá de ultrapassadas. 
É... De perto, quase ninguém é o que – de fato – parece. Mas o assunto aqui não é esse. Pela experiência que tive e, também, pelo que percebo na maioria dos namoros/casamentos de hoje em dia, a mulher independente (por uma infinidade de fatores) tem uma probabilidade maior de ter uma relação mais satisfatória, em todos os aspectos. QUER SABER POR QUÊ? Ora, bolas, porque elas não precisam. Nós não PRECISAMOS. Apenas queremos alguém com quem possamos COMPARTILHAR, dormir abraçado, trocar beijos, ideias, sonhos e conhecimentos.  Eu não tenho nada contra “Amélias” (cada um sabe de si), mas definitivamente não nasci com o dom de depender de ninguém. E muito menos de ficar de boca fechada. Por isso, escrevi esse texto. Para acabar de vez com esse mito demodê de que “mulher moderna acaba sozinha”.  MULHER INDEPENDENTE ACABA É FELIZ. (E muito bem acompanhada, por sinal!).






ps: Originalmente, selecionei  fotos das minhas amigas e seus respectivos amores para ilustrar essa crônica. Como não consegui falar com todas para pedir permissão para publicar as fotos, resolvi postar imagens de alguns casais (com mulheres independentes) que vemos frequentemente na mídia... 

Yessssss! It´s me!!!
Um brinde ao amor e a tudo o que ele nos traz de aprendizado! Somos independentes, sim! Mas queremos ser AMADAS. E DESEJADAS. Até que a morte nos separe. :)



25 Fala, coração!:

Luciana Barroso disse...

Parabéns Fernanda muito legal seu blog,amei cada postagem.

aline disse...

Perfeitaaaa como sempre! Sim somos independentes e felizes!
Bom fim de semana!

Anônimo disse...

A sua capacidade de colocar no papel, ou no pc, o que está dentro da gente é sensacional !!! Obrigada por compartilhar isso com a gente!!!

Bruna Guedes disse...

Adorei seu post como tudo que você escreve Fernanda. Disse tudo! =) Beijos

Anônimo disse...

Adoreiiii...simplismente perfeito! Bjsssss

fernanda bighetti disse...

Q saudade q tava dos seus textos! Vc é demais.
Texto ótimo. Realista. Perfeito.
Bjos

Luciana Caram disse...

Confesso que já concordei com Carpinejar sobre esse assunto... Mas, lendo seu texto hoje, já mudei de opinião e rezo pra encontrar esse homem que me aceita como sou, linda, inteligente, divertida e independente. rs... Como vc mesma disse "Somos independentes, sim! Mas queremos ser AMADAS. E DESEJADAS."
Beijos, lindona!
http://www.sejaautentica.com.br/

Walkiria Freitas Mavric disse...

"Quero sua risada mais gostosa, esse seu jeito de achar que a vida pode ser maravilhosa!" AINDA BEM QUE PODE MEEEEESMO!!! Amocê! Ficou linda... ❤❤❤

Raquel Baracho disse...

É verdade, independência e maturidade não atrai solidão.

Adoro seus textos.

Bj

Daniele disse...

Querida Fernanda estava morrendo de saudades de ler seus textos!não some mais assim! Beijos

Jason Jr. disse...

;) Sumesmo mulher uma mulher independente sabe o que que, se quer ou não sem muita enrolação! ;)

thaila disse...

Concordo com seu texto, e defendo totalmente esse lado. Homem não gosta mais disso. Pelo contrário, homem admira, e muito, mulher que pague sua própria conta, que não tem frescura de pagar o cinema, o jantar, o hot-dog... E mulher fica bem mais bonita assim! Homem vê essa beleza também, a gente segue nosso próprio caminho e ele não quer perder a gente de vista não!

Tatiana Camilo disse...

Que bom que temos textos novos. Já estava com saudade...

Fê, concordo com seu texto, mas acho que existe outro requisito a ser discutido:
O que a mulher moderna precisa para ser feliz no amor?
Ela precisa mesmo entrar na igreja, de véu e grinalda, ao som de uma música que faz todo mundo chorar e depois fazer uma super festa pra parente que não vê faz décadas?
Não julgo quem sonha com algo assim, mas muitas vezes isso é o que esperam de nós e só assim você será feliz, casada, amada de verdade. Bendita sociedade!

Falo por experiência própria...
Ano passado, um colega me fez a proposta de dividir um apto na época que meus pais estavam se separando. Era uma oportunidade única e eu aceitei, pois era algo que eu sonhava. Fui criticada mesmo assim.
1 mês depois, começamos a namorar (sim casamos e depois namoramos rs), até hoje está sendo a melhor experiência da minha vida. Tenho algo com ele que nunca tive com ninguém. Mas as pessoas querem saber disso? Claro que não, afinal, não fui tradicional.

Acho que o problema não é nem dos homens com a mulher moderna, mas sim da sociedade que finge ser moderninha.
Escrevi dois textos no meu blog que remetem a isso:
- A verdade sobre o mundo moderninho (http://www.espelhomagic.blogspot.com.br/2012/07/a-verdade-sobre-o-mundo-moderninho.html)
- O dia do casamento
(http://www.espelhomagic.blogspot.com.br/2012/12/o-dia-do-casamento.html)

Beijos
Desculpe escrever tanto no comentário... rs

Cristiane disse...

Como sempre, arrasando Flor! Tb concordo com vc.. afirmar q mulheres independentes assustam os homens é mto demodé.. o negócio é mesmo não precisar, q aí sim, o amor vem :)

William R Grilli Gama disse...

Oi, Fernanda... gostei do teu texto. Concordo contigo, mas concordo o Carpinejar também.
A maioria dos homens ainda não consegue trabalhar essa ideia da mulher estar com ele por querer e não por precisar, ainda mais porque, não precisar e querer, implica num "esforço" para que ela não deixe de lhe querer e vá em busca de outro a quem queira... logo, uma certa sensação de fragilidade e submissão acaba "encantando" o homem (ou menino), que, mais senhor de si e longe de diferentes comparações, sente-se mais confortável pra continuar na aparente cômoda mesmice.
Mulheres fortes são sedutoras, mas o homem pode acabar a confundindo com outro homem e projetar nela todas a "idiossincrasias" da personalidade masculina. Homem fantasia ser objeto, mas tem horror a que, sendo, seja descartado como mais um e a mulher independente, muitas vezes, pode parecer ter esse potencial... talvez, daí, o medo!
Beijos

Dodora disse...

ótimo texto, Fernanda!
Espero que tenha curtido as férias!
Beijo

Roberta disse...

Muito bom! Já não tinha concordado muito com o Carpinejar, você conseguiu expressar o que penso perfeitamente! :D Beijo!!!

Tiana Leal disse...

Menina, adorei! É tudo que penso...e muito do que sou. Mas, ainda disponível, caso apareça alguém assim...rs. Vai aparecer!

carlosguitar disse...

Como sempre mandando muito bem Fernanda. Nada melhor que consultar a fonte pra saber como melhor entender a simplicidade da complexidade de vocês mulheres...(Compartilhando com uma amiga)

umzug disse...

Thanks to topic

umzug disse...

Thanks to topic

Anônimo disse...

Fernanda teu blog é sensacional, parabéns!

Diariamente eu entro pra ver se surgiu algum post novo, entretanto suas postagens estão cada vez mais raras...

Não deixe de escrever, por favor!



By B.

Leíza Rosa disse...

Muito bom o texto, concordo, concordo, concordo. Viva as mulheres (in)dependentes!!!

Isabella disse...

Fotos lindas!
A ultima foto é sua ? Usou algum aplicativo editor de foto? Ficou muito linda :)

Lets disse...

Gostei muito do seu posicionamento. Já pensei, confesso, como o Carpinejar, mas a maturidade me mostrou que a mulher independente é feliz sozinha ou acompanhada. Para muitas, estar sozinha é uma escolha própria, e não um azar.

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!