DO FUNDO DO BAÚ

DÚVIDAS

Alguém por aí comeu meu verbo. Engoliu a sílaba. Me deixou muda. Sem palavra na boca. Volta, poesia! Não quero a ausência. Silêncio não tem gosto de nada. Mas, e a palavra? Palavra tem gosto de quê?




 Me pergunto: DIZER é mais perigoso que SENTIR? Decifra-me e devoro-te?


(Tantas perguntas e tantos silêncios...)

fotos: Alessandra Duarte Fotografia

5 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!