Com que letra eu vou?





Para ler: 
Já leram meus livros? Tenho 2 e estou terminando outros 3 que serão lançados esse ano! Aguardem!



 Para inspirar:





Para poetizar...






Que tal um look descolado para uma sexta de rock?
A blusa Dead girls are skinnier  da IG @saravaloja, foi a escolhida da semana! Curtiram?




Lembrete:







Sex-Tha

10 coisas que você não deve fazer na primeira transa:

1- Encanação em relação ao corpo.
2- Mata atlântica (pelamooor! vamos depilar e aparar pra todo mundo ser feliz ok?)
3- Preliminar fraca (é a primeira vez, bora caprichar)
4- Luz acesa e meia nos pés (não!)
5- Frescuras e nojinho (sério? sério.)
6- Falta de atitude
7- Fingir orgasmo
8- Gozar antes e não fazer nada pra remediar.
9- Falta de higiene e unhas compridas.
10- não conhecer seu próprio corpo.



E é claro, ter um booom papo com o parceiro, dar risadas, falar besteiras e tomar um ótimo vinho. Porque não tem nada mais gostoso que transar com alguém que você tenha tesão por todo conteúdo.
Boa Sex Tha pra todos! E aproveitem o feriadão prolongado pra curtir muuuito na cama! Dormindo ou transando rs

É isso, qualquer duvida ou curiosidade, só entrar em contato comigo pelo email: thamytie@gmail.com
E deem sugestões para a próxima SEX THA!
Beijão!




Thais Mytie (@thamytie) body piercer, apaixonada por todo tipo de arte, rock n roll e animais. Interessada por difundir e desmistificar as polêmicas do SEXO!


Wal: falando de moda

Oi gente! Hoje vou falar da coleção de verão 2016 de um dos meus estilistas preferidos e que, ainda por cima, é Mineiro: Victor Dzenk.










Suas coleções vêem, ao longo de tantos anos de trabalho, valorizando a imagem da mulher com
traços elegantes e sofisticados! E o melhor é que as peças de Victor Dzenk são acessíveis, não custam "o olho da cara", rs!



Uma novidade é a coleção de t-shirts desenvolvida em homenagem ao centenário de Alceu Penna, que "foi o criador da garota-padrão do Rio, do ideal de beleza da carioca que correria o mundo, muito antes de Tom Jobim e Vinicius de Moraes comporem “Garota de Ipanema” – Trecho da biografia Alceu Penna e As Garotas do Brasil, de Gonçalo Junior.

“Alceu Penna foi um marco na moda brasileira. Como estilista, me senti honrado ao receber o convite da família para comemorar seus 100 anos, resgatar seu trabalho precursor e apresenta-lo para quem não conhece”, conta Victor Dzenk.
Como homenagem, Victor Dzenk criou uma coleção de t-shirts com as emblemáticas “Garotas do Alceu” e sua musa e amiga Carmem Miranda.




Para compor os looks com as camisetas de modelagem old school, o estilista criou saias rodadas
midi, saias pregueadas de aspecto vintage e calças curtas e ajustadas tipo old cigarretes.

Geeeente, quero todas essas camisetas!!!

Um dos quatro web designers que auxiliaram o estilista na criação das 12 estampas da coleção, é o querido Rodrigo Marchezine, modelo da época em que eu era booker da agência Shuz, em BH. Parabéns, Rodrigo! Essa parceria vai longe...

Muito obrigada à Gabriela Saraiva, da equipe de Victor Dzenk, que me passou todas as informações com a maior simpatia!

Estão encantados? Então olhem os croquis... Isso, sim, é um brinde à mulher (e à moda!)!




Um beijo e até semana que vem, queridos!

Walkiria Freitas (instagram @walfreitasmavric) é produtora de moda e personal stylist. Começou como modelo e produtora no Brasil, e depois aperfeiçoou seu trabalho durante os anos que morou em Buenos Aires, escrevendo para diversas revistas da América Central. 








A sétima arte, em palavras - Gustavo Rezende

A dica de hoje é o espetacular Mil Vezes Boa Noite!

Acompanho a carreira de Juliette Binoche desde A Insustentável Leveza do Ser. Uma das mais versáteis atrizes do cinema, Juliette sempre nos presenteia com atuações fortes e intimistas.


Em Mil Vezes Boa Sorte, a atriz vive uma fotógrafa especializada (e reconhecida mundialmente) em registrar conflitos étnicos, sociais, religiosos e tudo aquilo que é capaz de alertar o mundo da degradação do ser humano. Seu olhar é apurado e rende fotos incríveis. Para ela, quanto mais próxima estiver do fato, melhor o clique.
Os primeiros 20 minutos de filme (sem nenhum diálogo e com um enquadramento de câmera espetacular) acompanham uma ação de Rebecca (Juliette) no Oriente Médio, onde ela registra o passo a passo de uma mulher bomba até a explosão. A proximidade da cena fez com que a fotógrafa saísse ferida e, ao voltar para casa, recebe um ultimato do marido e das filhas: eles não querem mais essa vida de tensão para a família e pedem que Rebeca não se arrisque mais.
A partir daí se estabelece o conflito central do filme: "Amo minha família, mas minha profissão me faz buscar, a cada dia, um novo sentido para viver!

A atuação de Juliette é maravilhosa. A atriz é capaz de extravasar (sem nenhum diálogo) sua inquietação, conflito interno e irresponsabilidade. A cinematografia do filme é incrível e merecia um maior reconhecimento nos festivais de cinema. O diretor Erik Poppe consegue cenas maravilhosas utilizando mãos, closes e fragmentos de imagens.

Um filme que passou despercebido e que merece ser visto. Um dos melhores do ano!!!!



Gustavo Rezende (instagram @gustavosrezende) é publicitário, especialista em desenvolvimento de produtos cosméticos e amante da sétima arte. Criador do instagram @cinediario, contribui semanalmente com críticas, indicações e curiosidades sobre os melhores filmes.








0 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!