Homem ideal existe!

 


Ok, sei que vocês leram o título e já se assustaram. Afinal, estamos cansadas de saber que príncipes e princesas encantadas não pertencem ao mundo real (graças ao bom Deus, senão a vida seria um tédio!).

Mas conversando, ontem, com uma amiga sobre o assunto, chegamos a uma estranha conclusão: HOMEM CERTO EXISTE, SIM! E isso, obviamente, também cabe para as tais "mulheres ideais".

O que a gente esquece - talvez por romantismo ou por ter assistido novela demais - é que existe o homem certo PARA CADA MOMENTO.

Entenderam?  Então, vamos lá! É tudo uma questão do que você PRECISA em determinada ocasião. Aí você para e me pergunta: e o que o AMOR tem a ver com isso? Tudo, eu diria. Porque NÓS AMAMOS, assim como já disse Rubem Alves (de forma bem mais bonita que eu), "o nosso próprio reflexo estampado no outro". Trocando em miúdos: AMAR É A MELHOR TERAPIA QUE EXISTE. Quer saber como você anda por dentro? Reflita sobre o amor que você tem. Ou procura por aí.

Pode ser uma descoberta maravilhosa. Ou não. Você pode perceber que seu "homem ou mulher ideal", na verdade, está te impedindo de ser ou fazer o que você quer na vida  (pelo menos, inconscientemente). Porque a gente se acha destemida. Corajosa. Uma verdadeira ninja de rímel e delineador. Mas, a verdade? A gente morre de medo! A gente tem medo de sofrer. Medo de perder a liberdade. Medo de ser feliz. Medo de se conhecer melhor. Medo de enfrentar nossos medos...

Portanto, cheguei a uma conclusão simples. Cada vez que seu "homem ideal" surgir, minha amiga, pense. Repense. Olhe para dentro de você. Se vire do avesso. E tire suas próprias conclusões.

Ou você acha que vai ser perita em homens errados para sempre? Ah, sinto dizer... Não existe homem errado. Erradas somos nós! Ou eu, no caso, que não soube identificar, no momento, que determinado cara apareceu no meu dia SÓ para tampar um buraco: O DO MEDO. Medo de não ser boa mãe. Medo de ter uma família infeliz. Medo de perder a minha preciosa e deliciosa liberdade.

Complicado? É, admito que escrever é mais fácil que viver. Mas a notícia boa é que, se você se conhecer bem, se respeitar, se investigar e se amar pra caramba, você pode atrair, para sua vida, "seu homem ideal do momento".

E, depois de um tempo, como diz um filme que vi por aí, você pode tirar a expressão "DO MOMENTO". E ser "feliz para sempre", mesmo sabendo que o "para sempre" também é apenas uma mera expressão.





0 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!