AMORES TÓXICOS: SINAIS DE ABUSO MENTAL

Tão importante quanto conhecer o perfil do abusador é enxergar os sinais que apontam: você está sendo vítima de gaslight,traduzindo, violência psicológica.

É cultural dar importância apenas a violência física, cada vez mais nas sociedades existe uma valorização apenas da saúde do corpo que, inegavelmente, é fundamental para qualidade de vida. Tudo que é físico é visível, a beleza física é visível, a violência também é.

 Mas tão importante quanto cuidar do corpo é cuidar da nossa mola propulsora, nossa mente, nosso psiquismo, cuidar da nossa saúde mental. O problema é que tudo que é mental, não é concreto, não é palpável, e é também subjetivo. A saúde mental não é valorizada e a violência psíquica é invisível para a grande maioria das pessoas. Precisamos compreender e divulgar que violência não é só física, a violência emocional existe, também fere e pode até matar dependendo do estado mental que causar a vítima, além de acontecer em maior número e, mais perto do que imaginamos.
No começo e na grande maioria das vezes o gaslight não é percebido porque acontece de forma gradual. Tudo parece normal, e a sensação que se tem é a de que as ações do parceiro abusador são fruto de cuidado e preocupação. Essas ações se transformam em um padrão abusivo contínuo que com o tempo deixam a vítima confusa, ansiosa e isolada do mundo. Para superar é preciso antes de tudo reconhecer os sinais de que você está em uma relação destrutiva e controladora, para que providências sejam tomadas assim como a retomada da confiança em si.

Sinais de que você esta sendo vítima de abuso psicológico:

-Você passa a desacreditar em si e acha que está sempre errada.
-Você perdeu sua força.
-Você sente que precisa de permissão para sair sozinha, perdeu a sua individualidade.
- Você se sente maluca, fora da realidade, muito diferente das outras pessoas.
- Você não entende porque, mesmo tendo uma vida tão legal não consegue ficar feliz.
- Você se considera sensível demais e se pergunta várias vezes ao dia se não esta exagerando quando se sente desprezada ou humilhada.
- Você justifica o comportamento do parceiro aos amigos e família com desculpas que nem você mesma, lá no fundo, acredita.
- Você se sente falsamente protegida, já que o sentimento verdadeiro é de solidão.
- Você se sente culpada por qualquer coisa que aconteça no relacionamento, pedindo a toda hora desculpas ao parceiro.
- Você começa a se isolar para evitar mentir ou dar desculpas a respeito dos fatos.
Mas muitas vezes mentir é inevitável para que não te julguem ou te coloquem para baixo.
- Você sente desesperança e desânimo mais que o normal, mas não sabe exatamente por que.
- Você sente dificuldade para tomar decisões que normalmente seriam fáceis de serem tomadas.
- Você sente que seus sonhos e conquistas não têm valor.
- E por fim, você não se considera boa o suficiente para o parceiro, temendo perdê-lo a qualquer momento.
Resumindo, o parceiro abusivo acaba com a auto-estima da vítima e tira da mesma o desejo de viver por qualquer outra coisa que não seja ele mesmo, o abusador, e o relacionamento.Se você já percebeu algum desses sinais no começo da relação não se sinta atraída a ver para crer. O abusador tem muita experiência em envolver a vítima. Ele vai estudar e descobrir o que você precisa e quais são os seus desejos e fraquezas, para que depois tudo seja usado como uma forma de te controlar. Em um dado momento fica quase impossível sair desse envolvimento, quando é configurada e solidificada uma relação de interdependência. Mas é possível se libertar. Na maioria das vezes e principalmente quando se pede ajuda e desde que, você não se engane e tenha coragem de enfrentar o medo de “perder” e ficar “sozinha”, se dando a chance de reconstruir o seu “eu” e então “ganhar” sua vida de volta e, gradualmente a SUA felicidade.





AMORES TÓXICOS é escrito pela psicóloga, psicanalista clínica, gestora de pessoas e especialista em projetos para terceiro setor +Renata Lommez, que me ajudou em todo o livro O AMOR NA TPM. (E me ajuda pela vida afora).









ps. Sigam nosso instagram  @issonaoehamor.


Aproveitando... Quem tiver a fim, só chegar! SÁBADO, DIA 21.





0 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!