A sétima arte, em palavras

 O AMAR É PUNK já está pronto e à venda pelo email: loja.fernandamello@gmail.com. Para ficar ligado nos lançamentos, só seguir o meu IG: @fernandacmello ou snap fecmello. Dia 26/11, tem o evento oficial, em BH, na Autêntica, Savassi. #savethedate Beijos e um ótimo final de semana!



A sétima arte, em palavras - Gustavo Rezende

Scott Cooper acertou mais uma vez! Depois do excelente Coração Louco e do eficiente Tudo por Justiça, o diretor nos apresenta Aliança do Crime, um longa muito bem estruturado, conduzido de forma magnética e com atuações soberbas, especialmente de Johnny Depp.
Depois de inúmeras escolhas equivocadas, o ator está de volta na melhor atuação de sua carreira! De forma absorvente e mediúnica, o astro constrói um personagem violento, sádico, de uma frieza inquietante e absolutamente asqueroso. Amparado por uma maquiagem que o deixou careca, com a pele repleta de cicatrizes de acne, e os dentes escurecidos, Depp deixa aflorar toda a psicopatia de James "Whitey" Bulger, um mafioso que monopolizou as ações criminosas em Boston nos anos 70 e 80. Com um olhar de gelar a espinha, o personagem mostra toda sua crueldade e capacidade ameaçadora através de cenas como a que mostra como ele educa o filho; ou como questiona a ausência da esposa do amigo na mesa de jantar; ou mesmo a forma como reage quando um parceiro revela o segredo de uma receita familiar. 
Repleto de referências a filmes de Scorsese como Os Bons Companheiros e Os Infiltrados, e com uma atmosfera envolvente como a de Os Suspeitos de Bryan Singer, Aliança do Crime consegue seduzir o espectador em um trama que envolve amizade, poder, traição, ambição e violência gráfica explícita. 
O elenco estelar ainda conta com o ótimo Joel Edgerton, que desenvolve um personagem arrogante, ambicioso e irritante. Sua transformação psicológica e a adoção de atitudes amorais pelo poder, transformam o ator em um grande contraponto para Depp. Apesar de também estar presente, Benedict Cumberbatch está completamente desvalorizado na pele de um senador, irmão de James. Outros grandes nomes como Kevin Bacon e Juno Temple completam o casting. A bola fora está na pequena participação da "Anastasia" Dakota Johnson. Rindo não sei do que, a atriz não confere peso dramático ao personagem, mesmo em uma cena dramática envolvendo seu filho.
Muito bem fotografado, com uma edição limpa e eficiente, o longa marca a retomada de Depp às grandes atuações, tornando-o um dos favoritos ao Oscar de ator. Simplesmente espetacular!





Gustavo Rezende (instagram @gustavosrezende) é publicitário, especialista em desenvolvimento de produtos cosméticos e amante da sétima arte. Criador do instagram @cinediario, contribui semanalmente com críticas, indicações e curiosidades sobre os melhores filmes.


0 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!