Nada por acaso

Sempre acreditei que nada na minha vida acontece (ou aconteceu) por acaso. Não que eu acredite em destino, acho que temos livre-arbítrio para traçarmos nossos próprios caminhos. Mas, em minha opinião,  algumas experiências nos são dadas para aprendermos determinadas coisas e melhorarmos como pessoas. De um jeito ou de outro. Se nos foi dada a oportunidade de crescermos ali e nos tornarmos melhores e, por algum motivo, não aproveitamos a chance... Sei lá. Uma hora mais tarde aquilo nos é cobrado, ás vezes de um jeito tão doloroso que não nos resta saída: é hora de mudarmos. E aí a mudança é na marra. Com muito choro. Dor. Tarja preta. Lágrimas pesadas. E pensamentos destrutivos.

Portanto, esse texto de hoje nada mais é que um desabafo, um choro interno, um apelo a mim e também aos outros (que andam sofrendo e se lamentando tanto): vamos tentar nos conhecer mais, nos humanizar...  Vamos manter uma vibração de energia bacana no ambiente em que vivemos, para que tenhamos a resposta - sempre existe uma resposta -  quando não acharmos mais solução.

E minha resposta hoje veio como um sopro:  RESPIRA E ESPERA PASSAR.

Porque vai passar.



Agora a coluna da nossa querida dentista Gabriela:

Sorrir faz bem - Dra Gabriela Soares Mayr

Dentes Supranumerários

Os dentes supranumerários ou extranumerários são os que excedem os 20 elementos decíduos (de leite) ou os 32 elementos permanentes.Uma das etiologias considerada são os fatores hereditários. 
Podem ser únicos ou múltiplos, uni ou bilaterais e surgir na maxila ou na mandíbula. Os dentes supranumerários são considerados alterações de desenvolvimento: Alterações de número.
Podem ter a forma normal ou uma forma que não lembra em nada a anatomia dos dentes. Na dentição decídua ocorre com maior frequência na região dos incisivos superiores,sendo normalmente conóides. O segundo mais comum é o quarto molar. E o terceiro, os pré-molares inferiores.São mais comuns na mandíbula e no sexo masculino.Os dentes supranumerários são diagnosticados através de exame clínico e exame radiográfico (Radiografia panorâmica). Podem levar a várias complicações:Retenção de dentes na região,aparecimento de diastemas,fechamento anormal do espaço, má oclusão e ainda reabsorção de dentes próximos. O tratamento depende do tipo da posição e do possível dano a um dente adjacente. A extração é indicada quando o irrompimento de outro dente é alterado pela sua presença,quando interfere na estética ou no tratamento ortodôntico ou quando estiver causando reabsorção em raízes adjacentes. Porém há casos em que ele pode ser tracionado até o arco dentário para substituir um dente natural ou perdido.
Por isso o diagnóstico precoce e bem realizado são de fundamental importância.

Outras fotos:





Para saber mais sobre o trabalho da Gabriela Mayr (IG @Gabriela_Mayr), Av Major Lopes, 100 - Savassi. 
Tel: 31 2555-0555






0 Fala, coração!:

 

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Dia 03 de dezembro tem Gabi Mello!

Anuncie aqui!